Estudar para aprender significa estudar pouco, mas todo o dia.

Estudar para aprender significa estudar pouco, mas todo o dia.

Família | Artigos

Pais podem ajudar os filhos a estudar melhor?

Autor/fonte: Edésio Reichert

É comum ouvir, pelo país todo, na maioria das escolas, a expressão: semana de provas. Esta prática, associada a outras ações que há muito tempo fazem parte da rotina escolar e do ambiente familiar, criaram a cultura do “estudar para as provas”. Contudo, o Prof. Pierluigi Piazzi, nos seus livros Aprendendo Inteligência, Estimulando Inteligência e Ensinando Inteligência, demonstra como o cérebro funciona num ciclo de 24 horas e que os conteúdos vistos em sala de aula, se não forem reforçados, no mesmo dia, antes de dormir, podem ser “apagados” durante o sono, pois dormir significa, “limpar” o cérebro. E propõe que a melhor maneira de “estudar para aprender, é estudar pouco mas todo o dia”. E ao estudar todo dia, para fixar no cérebro e não mais esquecer, ele recomenda que se escreva o máximo possível, fazendo resumos, exercícios, mesmo que o papel escrito seja depois jogado no lixo, pois quando se faz isto, a mais importante “escrita” não é no papel, é no cérebro.

Porém para aquisição do hábito de estudar pouco, mas todo dia e escrevendo, os pais ou responsáveis pela criança ou adolescente devem fazer todo esforço possível, devem insistir, pois hábito se adquire pela repetição. Mesmo aqueles pais que trabalham o dia todo, devem tirar um tempinho ao final do dia para ver se o filho estudou conforme a orientação.

Afinal, não são os filhos aquilo que os pais mais amam? Ou querem os pais que seus filhos sejam na vida adulta, analfabetos funcionais, mal preparados profissionalmente? Pensamos que não. Por isso, vale todo esforço possível para a aquisição de tão importante hábito.

20/06/2018 Pais desejam o que para seus filhos?

Você que é pai, que é mãe, deliberadamente deseja que seus filhos na vida adulta sejam:Preguiçosos? Egoístas? Mentirosos? Ladrões? Traficantes? [...]

24/01/2016 Leitura Partilhada

Leitura partilhada. As 5 etapas que antecedem o princípio alfabético podem ser divididas em: 1ª) Leitura partilhada. 2ª) Memória auditiva de curto prazo. 3ª) [...]

23/03/2015 Como Educar seus filhos, para mudar uma sociedade corrupta.

Como Educar seus Filhos para Mudar uma Sociedade Corrupta Criado por Chrystian Sales, Gustavo Henrique dos Santos 3 Métodos:Ensinando ConsciênciaEnsinando ResponsabilidadeDesenvolvendo a [...]

05/01/2015 CONTAR HISTÓRIAS, ESTIMULA A FORMAÇÃO DE LEITORES.

    Muitas vezes queremos incentivar nossas crianças a ler, mas não sabemos por onde começar. Uma boa maneira de promover os [...]

13/11/2014 VALORES INDISPENSÁVEIS A UMA BOA EDUCAÇÃO DE FILHOS

Olhando para o futuro, será possível imaginar que um dia as pessoas poderão abrir mão de valores como a honestidade [...]

20/10/2014 SOBRE MEDIOCRIDADE

Autor do livro PROFESSOR NÃO É EDUCADOR. Geralmente, considera-se pessoa medíocre aquela que não manifesta virtude, capacidade ou comportamento que a [...]


Livros que inspiraram O Movimento

Aprendendo Inteligência

Aprendendo Inteligência

+ Detalhes
Estimulando Inteligência

Estimulando Inteligência

+ Detalhes
Professor não é Educador

Professor não é Educador

+ Detalhes
Ensinando Inteligência

Ensinando Inteligência

+ Detalhes

Depoimentos

Mario César Costenaro – arquiteto e empresário em Toledo

“Esta talvez seja a maior mensagem do Movimento: sai do discurso e vai para a prática. Apontamos, reclamamos, mas quase sempre fica no discurso. O projeto apresenta de modo simples, situações práticas e cotidianas que podem levar à transformação da sociedade. Contudo, não podemos esperar que aconteça de hoje para amanhã. É utópico. Mas de outro lado, a utopia faz olhar para o horizonte e sempre damos um passo a mais para alcançá-lo. É um projeto que emociona, faz a gente e refletir. E sempre podemos fazer algo a mais.”
Deixe seu depoimento